História de Mauro Teixeira Brant

História de Mauro Teixeira Brant

Minha história é: De Lavrador para Administrador / Gestor.

Eu sou o Mauro Teixeira Brant, 46 anos casado e pai de 2 filhos (Vitor de 12 anos e Vitoria de 8 anos).

Nasci na cidade na zona rural do município de Água Boa em Minas Gerais. Lá residi e até os meus 21 anos. Também na zona rural que estudei da 1ª a 4ª série do ensino fundamental. Desde os sete anos de idade que trabalhava como lavrador. O trabalho era sofrido e árduo, muitas das vezes 12hs sob um sol escaldante. Em 1995 com 21 anos me mudei para Belo Horizonte.

A partir de 1995 tenho duas linhas de tempo da historia de minha vida: Uma relacionada aos estudos e outra relacionada ao trabalho.

Relacionado aos estudos em 1995 quando cheguei em Belo Horizonte me matriculei na 5ª serie, em 1996 fiz supletivo de 4 anos em um ano, eliminei o ensino básico. Em 1997 me matriculei no 1º ano do ensino médio e em 1998 consegui me matricular na escola técnica CENTEC em Contagem-MG e no ano de 2000 me formei em Técnico em Química. Em 2006 entrei na faculdade Batista de Minas Gerais e me formei em Administração em 2010. Em 2013 fiz uma Pós Graduação na UFMG, aperfeiçoamento em Controladoria e Finanças. Percebi que precisava continuar estudando e em 2017 fiz o ENEM e com a minha nota dava para entrar na UFMG, porém, desisti de me matricular pois minha esposa que havia feito o ENEM junto comigo não conseguiu nota para entrar numa universidade pública e não conseguiu bolsa no Prouni. Desisti de me matricular em 2018 no curso de Gestão de Serviços de Saúde na UFMG. Mas, quando Deus quer que as coisas aconteçam novas oportunidades virão. Foi o que aconteceu comigo. Em 2018 fiz novamente a minha inscrição e da minha esposa no ENEM. Fizemos as provas e ela conseguiu uma nota melhor, pois, conseguiu entrar na faculdade cursando Contabilidade e bolsa de 50% pelo Prouni e mais 25% de bolsa do sindicato de onde trabalho. E com a minha nota consegui entrar para a UFMG e estou cursando Gestão de Serviços de Saúde desde o primeiro semestre de 2019.

Com relação a linha do tempo relacionado ao trabalho em 1995 quando cheguei fui quase obrigado a pegar o meu primeiro emprego. A atividade que eu sabia fazer era a de lavrador ou seja serviços gerais. Vim para Belo Horizonte e tive que morar de favor. As pessoas que me acolheram me ajudaram muito e inclusive a arrumar o primeiro emprego. Porém o primeiro emprego que conseguiram para mim foi o de lavrador e eu não queria aquele emprego, pois já trabalhava na roça de lavrador. Eles me estimularam a pegar o emprego, pois, sabiam que logo eu teria a oportunidade de crescer naquele trabalho. Teve também uma ameaça, você decide ou pega o emprego ou ajunta suas coisas e pode voltar para a roça, pois, aqui você precisa de trabalhar para se sustentar. Não temos condições de te sustentar. “eles diziam”. Empurrar uma pessoa nem sempre é ruim, no meu caso, foi bom rsrs, pois, tive a oportunidade do primeiro emprego e de crescer naquela empresa entrei na área de serviços gerais e logo fui trabalhar no setor de farmácia. Trabalhei na área até concluir o curso de técnico em Química. No ano de 2000 alguns dias antes da conclusão do curso Técnico fui contratado para trabalhar na área. Trabalhei nessa função até o ano de 2008, apos, fui estagiar na área administrativa. Estagiei e trabalho até hoje nas áreas de finanças e fiscal.

Acredito que minha história é interessante, pois, pode servir de motivação para muitas pessoas não desistirem de seus sonhos.

VOLTAR